Como decidimos o nosso próximo destino de férias

Decidir o próximo destino de férias pode ser bastante complicado. Para ti e para nós. Partilhamos contigo o nosso processo de escolha do próximo destino de férias.

A primeira coisa que nos ajuda a decidir o nosso próximo destino é não termos nenhum destino em mente. Confuso? Nós explicamos melhor.

Quando começamos a procurar voos e hóteis para umas próximas férias, uma próxima aventura, não pensamos em nenhum local em específico. Temos alguns destinos que gostávamos de ir, uma lista enorme de sítios, para dizer a verdade.

E o que fazemos é ver os preços de voos (uma vez que as passagens aéreas são a parte mais cara da maioria das viagens) para grande parte desses sítios.

Eu gosto de usar a plataforma KAYAK, uma plataforma que nos mostra os preços dos voos das mais diversas companhias aéreas.

Imaginemos que queremos marcar umas férias de 5 dias para Novembro de 2018 e não temos nenhum destino em mente. Com a KAYAK coloco o aerporto de Lisboa e as datas, bem com o número de dias da viagem.

E em segundos temos os preços de voos de ida e volta, para todos os destinos (voos directos ou não) e podemos escolher aquele preço que nos interessa mais.

Por exemplo, imaginemos que queria mesmo mesmo ir a Roma e não iria focar-me em mais nenhum destino, não iria procurar qualquer outra opção. O preço mais barato para uma viagem de 5 dias em Novembro seria de 125€ (ida e volta), neste exemplo em específico. Contudo, para um outro sítio como Amesterdão pagaria 77€ (ida e volta). Exactamente o mesmo período de tempo no mesmo mês.

Marcando Amesterdão em vez de Roma, sendo Amesterdão também um destino da infinita lista de sítios a visitar, estaria a poupar, apenas em voos para esta viagem 48€ para uma pessoa. Não é uma grande poupança, é verdade. Mas poderia usar esses 48€ na viagem.

Claro que voos não são tudo. Para isso usaria o Booking.com para verificar os preços de hóteis nas cidades que me interessariam para as datas dos voos.

E no final, contas feitas, decidiríamos o destino das férias. Assim temos a certeza que 1) viajamos para um destino que queremos e 2) pagamos o menos possível pelas nossas férias.

Afinal, viajar não tem de ser caro.

Temos muitas outras dicas para a marcação de voos e de hóteis e iremos partilhar todas com vocês em próximos posts.

Fiquem atentos aqui ao World Dreaming Blog.

 

 

PS: Este post não é patrocinado e as plataformas mencionadas são as que usamos para marcarmos as nossas próprias viagens. 



What do you think?

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.